Monthly Archives: August 2013

Lunáticos do Black Bloc, go home – Artigo de Guilherme Fiuza

Se você estiver entediado e quiser apimentar um pouco a sua rotina, não hesite: ligue o computador, mergulhe no mundo mágico das redes sociais, reúna uma dúzia de amigos mais ou menos ociosos, combine com eles uma causa (pode ser “tédio nunca mais”), pinte o slogan em algumas cartolinas, saia às ruas com o seu… Read More »

Um zumbi na Casa do Espanto – Artigo de Nelson Motta

“Não acredito”, bradou aos céus o deputado Natan Donadon, caindo de joelhos em patética pantomima, quando viu no placar da Camara 131 votos a favor, 41 abstenções e 108 bem-vindas ausências, que mantinham o seu mandato e o consagravam como o primeiro deputado-presidiário da nossa história. Que ronco das ruas que nada, eles não ouvem… Read More »

Um rio do Éden – Crônica de Luis Fernando Veríssimo

O meu relógio biológico é um Rolex. Não, brincadeira. Nós todos temos um relógio dentro de nós que sempre “sabe” exatamente que horas são, embora nem todo mundo saiba que ele sabe, ou confie nele. O relógio biológico funciona mais ou menos como uma portaria de hotel, à qual você pede para ser acordado a… Read More »

Um mundo transparente – Artigo de Roberto Damatta

Li uma vez uma lenda na qual se contava o seguinte: Um gênio descobriu o poder da comunicação pelo pensamento. No início, foi uma delícia poder falar sem sons – sem gemidos, lágrimas, sussurros e sorrisos. Como no cinema mudo, as pessoas exultavam com o fato de comunicar-se pelo cérebro. Bastava pensar numa pessoa e,… Read More »

Dai à obra de Marta um pouco de Maria – Poema de Machado de Assis

Dai à obra de Marta um pouco de Maria, Dai um beijo de sol ao descuidado arbusto; Vereis neste florir o tronco erecto e adusto, E mais gosto achareis naquela e mais valia. A doce mãe não perde o seu papel augusto, Nem o lar conjugal a perfeita harmonia. Viverão dous aonde um até ‘qui… Read More »

A brusca poesia da mulher amada – Poema de Vinícius de Moraes

Longe dos pescadores os rios infindáveis vão morrendo de sede lentamente… Eles foram vistos caminhando de noite para o amor – oh, a mulher amada é como a fonte! A mulher amada é como o pensamento do filósofo sofrendo A mulher amada é como o lago dormindo no cerro perdido Mas quem é essa misteriosa… Read More »

O Patrocinador do Mal – Artigo de Mario Vargas Llosa

A série da TV colombiana Escobar, o Patrocinador do Mal teve muito sucesso no seu país de origem e não há dúvida que terá em todos os lugares onde for exibida. Foi muito bem produzida, escrita e dirigida. Ángel Parra, ator que encarna o narcotraficante, o faz com enorme talento. Contudo, diferentemente do que ocorre… Read More »