A cigarra e a formiga boa – fábula de Monteiro Lobato

By | May 14, 2013

Houve uma jovem cigarra que tinha o costume de chiar ao pé dum formigueiro. Só parava quando cansadinha; e seu divertimento então era observar as formigas na eterna faina de abastecer as tulhas. Mas o bom tempo afinal passou e vieram as chuvas. Os animais todos, arrepiados, passavam o dia cochilando nas tocas. A pobre cigarra, sem abrigo em seu galhinho seco e metida em grandes apuros, deliberou socorrer-se de alguém.
Manquitolando, com uma asa a arrastar, lá se dirigiu para o formigueiro. Bateu – tique, tique, tique…
Aparece uma formiga, friorenta, embrulhada num xalinho de paina.

– Que quer? – perguntou, examinando a triste mendiga suja de lama e a tossir.

– Venho em busca de um agasalho. O mau tempo não cessa e eu…

A formiga olhou-a de alto a baixo.

– E o que fez durante o bom tempo, que não construiu sua casa?

A pobre cigarra, toda tremendo, respondeu depois de um acesso de tosse:

– Eu cantava, bem sabe…

– Ah! … exclamou a formiga recordando-se. Era você então quem cantava nessa árvore enquanto nós labutávamos para encher as tulhas?

– Isso mesmo, era eu…

– Pois entre, amiguinha! Nunca poderemos esquecer as boas horas que sua cantoria nos proporcionou. Aquele chiado nos distraía e aliviava o trabalho. Dizíamos sempre: que felicidade ter como vizinha tão gentil cantora! Entre, amiga, que aqui terá cama e mesa durante todo o mau tempo.

A cigarra entrou, sarou da tosse e voltou a ser a alegre cantora dos dias de sol.

35 thoughts on “A cigarra e a formiga boa – fábula de Monteiro Lobato

    1. Aline Andrade

      Olá aprendi em uma aula de literatura infantil que as fábulas originalmente tinha como dever ensinar algo contendo uma moral. Contudo hoje em dia as fábulas servem pra entreter as crianças e auxiliar no desenvolvimento de sua imaginação. Pois determinando uma moral para a história podemos acabar com as hipóteses das crianças. Então acredito que está Fábula à cima foi criada com essa intenção.

      Reply
      1. Anonymous

        Essa fábula é uma fábula antiga e possui sim uma moral, mas apenas decidiram não incrementar uma…tanto que, o final dessa fábula era diferente…a cigarra morria de frio!

        “Resultado: a cigarra ali morreu entanguidinha; e quando voltou a primavera o mundo apresentava um aspecto mais triste. É que faltava na música do mundo o som estridente daquela cigarra morta por causa da avareza da formiga. Mas se a usurária morresse, quem daria pela falta dela?” -Esse é o verdadeiro final xD

        Reply
      1. Anonymous

        Olá as fábulas servem para ensinar as crianças a terem imaginação experiência e por isso que tem o moral da historia a porque isso das as crianças aprenderem a ler a história e ajudar todos e para isso que serve o moral da historia

        Reply
  1. Claudia

    Moral da história: mesmo com um trabalho árduo, temos que ter alegria, para distrair a dureza dos compromissos do dia a dia.

    Reply
  2. formiga operária

    Microcefalia tem o Sr José silva Neto , aliás indigno sequer de qualquer comentário : Vá pois alienar se mais um pouco assistindo novelas da Globo que acrescentam mais mediocridade em sua nefasta existência. Moral da estória , a china é hoje simplesmente a segunda maior potencia mundial. Abraços e vamos seguir em frente embalados e motivados pelas cantigas de tantas maravilhosas cigarras .

    Reply
  3. Isadora

    Gostei da história , é só você presta atenção que VC ira entender a moral da hitoria😼

    Reply
  4. Anonymous

    Todos somos útil em nossa jornada, cada um dá o seu melhor, o melhor da formiga é trabalhar no verão, em quanto a dona Cigarra cantava e alegrava os momentos das pequenas formigas e sem ao menos saber que estava ajudando e por sua vez quando precisou foi acolhida.

    Reply
  5. Gabs

    Eu realmente gostei, não teve moral pois é apenas uma releitura.. Mas bem que poderia ter, adorei!!

    Reply
  6. Karina

    Para quem não sabe,a função das fábulas é ajudar as crianças a enfrentar os problemas do dia a dia .Se os valores mudam a moral muda.Nesta ,a Cigarra representa o artista,antes era visto como vagabundo aqui aparece como alguém que tenta sobreviver do seu trabalho.Enquanto a formiga,antes mau humorada e não solidária aqui aparece como um trabalhador comum que retribui a contribuição artística com respeito e solidariedade.Imagina se as personagens trocassem de função?Moral da estória:Devemos respeitar a vocação de cada um,pois todas as profissões são importantes!

    Reply
  7. Anonymous

    Amei , e uma historia muito interessante , cada um da o seu melhor , enquanto as formigas trabalhava , ela fazia o que mas gostava , era cantar enquanto isso as formigas trabalhava e se divertia , cada um faz sua parte e todos sai ganhando.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.