As duas cachorras – Fábula de Monteiro Lobato

By | November 28, 2013

Moravam no mesmo bairro. Uma era boa e caridosa; outra, má e ingrata.

A boa, como fosse diligente, tinha a casa bem arranjadinha; a má, como fosse vagabunda, vivia ao léu, sem eira nem beira.

Certa vez… a má, em véspera de dar cria, foi pedir agasalho à boa:

– Fico aqui num cantinho até que meus filhotes possam sair comigo. É por eles que peço…

A boa cedeu-lhe a casa inteira, generosamente.

Nasceu a ninhada, e os cachorrinhos já estavam de olhos abertos quando a dona da casa voltou.

– Podes entregar-me a casa agora?

A má pôs-se a choramingar.

– Ainda não, generosa amiga. Como posso viver na rua com filhinhos tão novos? Conceda-me um novo prazo.

A boa concedeu mais quinze dias, ao termo dos quais voltou.

– Vai sair agora?

– Paciência, minha velha, preciso de mais um mês.

A boa concedeu mais quinze dias; e ao terminar o último prazo voltou.

Mas desta vez a intrusa, rodeada dos filhos já crescidos, robustos e de dentes arreganhados, recebeu-a com insolência:

– Quer a casa? Pois venha tomá-la, se é capaz…

Moral da Estória:
Para os maus, pau!

 

 



 

Comments

comments

11 thoughts on “As duas cachorras – Fábula de Monteiro Lobato

  1. gabi

    AAAAmei as fabulas do seu site !!! AAAi que BADALOOOO ! BJS

    Reply
  2. Nat

    Nossaaaa ameidorei as fabulasss !! MUITO top!! ate salvei no meu celú!

    Reply
  3. Maria Carolina

    Tudiiiiiiiboummmmm! refleti muito com essas moralss, amodoro historinhas! vou contar para meus filhotinhos !!!!!! beijosss na bochechinha s2 :*

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.