O Jabuti e a Peúva – conto de Monteiro Lobato

By | April 13, 2013

Brigaram certa vez o jabuti e a peúva.

– Deixa estar! – disse esta furiosa – deixa estar que te curo, meu malandro! Prego-te uma peça das boas, verás…

E ficou de sobreaviso, com os olhos no astucioso bichinho que lá se ria dela sacudindo os ombros. O tempo foi correndo… o jabuti esqueceu-se do caso; e um belo dia, distraidamente, passou ao alcance da peúva. A árvore incontinenti torceu-se, estalou e caiu em cima dela.

– Toma! Quero ver agora como te arrumas. Estás entalado e, como sabes, sou pau que dura para cem anos…

O jabuti não se deu por vencido.

Encorujou-se dentro da casca, cerrou os olhos como para dormir e disse filosoficamente:

– Pois como eu durmo mais de cem, esperarei que apodreças…

Moral da Estória:
A paciência dá conta dos maiores obstáculos.

 



 

Comments

comments

3 thoughts on “O Jabuti e a Peúva – conto de Monteiro Lobato

  1. amanda

    muito interressante gostei muito parabens pra ele “monteiro lobato”

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published.