Tag Archives: A rua dos cataventos Mário Quintana

A rua dos cataventos II – poema de Mário Quintana

  Para Érico Veríssimo O dia abriu seu pára-sol bordado De nuvens e de verde ramaria. E estava até um fumo, que subia, Mi-nu-ci-o-sa-men-te desenhado. Depois surgiu, no céu azul arqueado, A Lua – a Lua! – em pleno meio-dia. Na rua, um menininho que seguia Parou, ficou a olhá-la admirado… Pus meus sapatos na… Read More »

A rua dos cataventos I – poema de Mário Quintana

Escrevo diante da janela aberta. Minha caneta é cor das venezianas: Verde!… E que leves, lindas filigranas Desenha o sol na página deserta! Não sei que paisagista doidivanas Mistura os tons… acerta… desacerta… Sempre em busca de nova descoberta, Vai colorindo as horas quotidianas… Jogos da luz dançando na folhagem! Do que eu ia escrever… Read More »