Tag Archives: artigo de Zuenir Ventura

Duas visões do interior – Artigo de Zuenir Ventura

As metrópoles estão exportando suas mazelas para o interior. As pequenas e médias cidades têm hoje os mesmos problemas das grandes, e nem sempre em escala menor. Em viagens, pude observar a espantosa rapidez com que o fenômeno ocorre nesses paraísos perdidos. A crise mais visível é a da (i)mobilidade urbana. O engarrafamento é hoje… Read More »

O Rio quase parando – Artigo de Zuenir Ventura

O motorista que vai me levar para a Bienal do Livro, onde eu participaria de um debate, chegou com quase três horas de antecedência. Achei um exagero, mas ele explicou que às sextas-feiras o trânsito para lá é muito lento e complicado. Felizmente, ele conhecia alguns desvios e assim demoramos “apenas” duas horas. Lá, na… Read More »

Todos juntos e misturados – Artigo de Zuenir Ventura

Ao longo de sua secular história, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro não deve ter visto muitas vezes uma mistura de cores, sons e classes sociais como a de segunda-feira passada, quando a Orquestra Sinfônica Brasileira realizou o Concerto Pela Paz, com o duplo objetivo de celebrar os 20 anos do Grupo Cultural AfroReggae… Read More »

Tentando entender a Midia Ninja – artigo de Zuenir Ventura

A vontade de entender o que está acontecendo no país desde as passeatas de junho tem se manifestado através de artigos e ensaios, mas também por meio de palestras e mesas-redondas. Só esta semana houve dois encontros: um na segunda-feira à noite como parte do projeto OsteRio e outro ontem de manhã na Casa do… Read More »

Dizendo não ao tráfico – artigo de Zuenir Ventura

Uma das diferenças entre a ditadura militar dos anos 60/70 e a do narcotráfico de agora é que contra aquela ainda havia lugar para algum tipo de contestação, embora com risco; já esta não permite qualquer desobediência a suas ordens. Toda oposição é castigada com tortura e execução. Por isso, assume caráter inédito a resistência… Read More »

Rebelde precoce – artigo de Zuenir Ventura

Com certeza por ciúmes do irmãozinho Eric, mas também provavelmente por influência dos protestos de rua, minha neta Alice, a dois meses de completar 4 anos, tem estado muito rebelde — malcriada, desobediente, respondona. Respeito que é bom, nada, pelo menos em relação a mim. Faz caretas com a língua de fora — “brruuuu” —… Read More »