Tag Archives: O nariz dela se franzia um pouco no riso

O nariz dela se franzia um pouco no riso – crônica de Rubem Braga

Então a moça caiu e ralou o joelho esquerdo; estava com as pernas nuas. Ele a ergueu, fê-la sentar-se em um banco, tirou o lenço limpo, foi embebê-lo na água da pequena bica e limpou o ferimento. Sentiu prazer em fazer isso. No joelho moreno havia a mancha vermelha. O sangue não fluía, mas estava… Read More »