O Padre e o Busto – Crônica de Stanislaw Ponte Preta

By | 22/03/2022

O NOME do padre é William. É William Graham. Este padre vem de iniciar uma campanha na Inglaterra pela moralização dos costumes, depois de verificar, em Hyde Park, os beijos que trocavam casais de jovens londrinos. O reverendo Billy Graham, como é mais conhecido, depois de andar espiando, lança a campanha e presta declarações à imprensa, colocando, como base para a reação, esta frase que os jornais ingleses publicaram e a imprensa mundial repetiu: “Os jovens de hoje sabem, na ponta da língua, quem tem busto mais farto — se Gina Lollobrigida ou Jayne Mansfield — mas desconhecem, por outro lado, qualquer dos mandamentos da Lei de Deus.”

Isto bastou para que jornais do Rio ouvissem outros tantos padres, na esperança de colher mais protestos contra a desmoralização dos costumes. E não demorou muito para que o pastor Valdemar Gomes Figueiredo, da Paróquia de São João, viesse pelas folhas informativas, ratificando a opinião de seu colega Billy Graham, ao declarar:

– Se ele ficou chocado ao ver os beijos dos fleumáticos ingleses, imagine só o que não lhe aconteceria se visse um baile do High-Life, do Bola Preta ou,, então, uma segunda-feira de carnaval no Teatro João Caetano.

Como, minha senhora? Se o pastor foi ao João Caetano? Provavelmente não, madame. Deve estar falando de ouvir dizer, porque tem muita gente que não foi e sabe que o baile é naquela base. Mas nada disso importa, minha senhora. O que importa é explicar ao pastor que tudo é uma questão de propaganda. Já uma vez —-que foi num tempo recente — o escultor Zé Pedrosa esclareceu, numa conferência:

– Os gregos não eram tão gregos assim!

E, de fato, não eram. O que fez os gregos mais gregos, para a nossa picardia, foi a propaganda. O pastor da paróquia de São João comete o mesmo engano, ao chamar os ingleses de fleumáticos porque — e quem verificou tal fenômeno foi Tia Zulmira, quando de recente estada em Londres — há muito tempo que os ingleses já não são mais tão britânicos como quer a publicidade.

Se a juventude de hoje desconhece (e acreditamos que haja um pouco de exagero nesta afirmativa) qualquer mandamento da Lei de Deus, é porque a propaganda da Igreja arrefeceu um pouco, neste século. Quem não anuncia se esconde — costumam dizer os que vivem da publicidade. E talvez tenham razão. A publicidade impressionante que se faz dos bustos de Gina e Jayne só pode levar ao conhecimento de todos a abundância de bustos das distintas. Mas isto não quer dizer que todos estejam mais interessados na sua medida do que nos mandamentos da Lei de Deus.

Isto, pelo menos, foi o que nos explicou a veneranda Tia Zulmira. Ela leu as declarações do padre, fez todas essas ponderações e terminou enviando para Londres o seguinte telegrama:

“Padre Billy Graham — Hyde Park Parish Church — possível mocidade conhecer melhor busto Gina Lollobrigida Jayne Mansfield (ponto) Lembrai-vos (vírgula) entretanto (vírgula) mandamentos Lei de Deus não têm decote (ponto)”

352 Visualizações