Tag Archives: Crônica de Leon Eliachar

Um Nome Qualquer – crônica de Leon Eliachar

Encontraram-se depois de mais de dez anos: — Afonso! — Hermenegildo! Abraçaram-se três vezes seguidas, como fazem todos os que não se vêem há muito tempo: — Lembra-se do Rogério? — Lembro. — Morreu a semana passada. — Coitado. Conversaram a mesma conversa que conversam os que não se vêem há muito tempo: — Que… Read More »

O Pileque – Crônica de Leon Eliachar

Airton saiu da boate cambaleando, não viu quando um automóvel quase o pegou. Não viu, mas ouviu: – Sai da frente, ó palhaço! Riu sozinho, porque nem levou susto. Olhou para o alto, viu uma porção de janelas iluminadas, como se fossem manchetes da solidão que domina Copacabana, às quatro da madrugada. Queria ir pra… Read More »

O Segredo da Propaganda é a Propaganda do Segredo – Crônica de Leon Eliachar

Depois de tantos anos vendo televisão diariamente, chego a uma conclusão definitiva: é muito mais divertido e mais prático ver os anúncios. Enquanto as outras pessoas ficam aflitas tentando decorar os horários das novelas, das paradas de sucesso e dos chamados programas humorísticos, eu não tenho problema: ligo a televisão em qualquer canal e vejo… Read More »