Tag Archives: Do diário de um homem de letras João Ubaldo Ribeiro

Do diário de um homem de letras – Artigo de João Ubaldo Ribeiro

Que frase de Proust me ocorreu, enquanto distraidamente fazia a barba? Nenhuma, muito menos um verso de Mallarmé (preciso decorar um urgentemente, sou amigo do poeta Geraldo Carneiro e passo muita vergonha com a erudição dele). Mas aproveito que ainda não amanheceu e taco um verso – ou dois, não me lembro bem – de… Read More »