Tag Archives: poema de Castro Alves

Canção do Boêmio – Poema de Castro Alves

Que noite fria! Na deserta ruatremem de medo os lampiões sombrios.Densa garoa faz fumar a lua,ladram de tédio vinte cães vadios. Nini formosa! Por que assim fugiste?Embalde o tempo à tua espera conto.Não vês, não vês?… Meu coração é triste,como um calouro quando leva ponto. A passos largos eu percorro a sala,fumo um cigarro que… Read More »