Mascarados – poema de Cora Coralina

By | 25/04/2013

Saiu o Semeador a semear
Semeou o dia todo
e a noite o apanhou ainda
com as mãos cheias de sementes.
Ele semeava tranqüilo
sem pensar na colheita
porque muito tinha colhido
do que outros semearam.
Jovem, seja você esse semeador
Semeia com otimismo
Semeia com idealismo
as sementes vivas
da Paz e da Justiça.

 



 

2.463 Visualizações

4 thoughts on “Mascarados – poema de Cora Coralina

  1. Anônimo

    obg por me ajudar so gostei por eu ter ultilizado em atividade da escola,se nao fosse isso eu cagaria pra isso:]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.