Os voluntários do Norte – Manuel Bandeira

By | 29/05/2022

“São os do Norte que vêm”
Tobias Barreto
Quando o menino de engenho
Chegou exclamando: – “Eu tenho,
Ó Sul, talento também!”,
Faria, gesticulando,
Saiu à rua gritando:
– “São os do Norte que vêm!”
Era um tumulto horroroso!
– “Que foi?” indagou Cardoso
Desembarcando de um trem.
E inteirou-se. Senão quando,
Os dois saíram gritando:
– “Ê vêm os do Norte! Ê vêm!…”
Aos dois juntou-se o Vinícius
De Morais, flor dos Vinícius,
E Melo Morais também!
– “Que foi?” as gentes falavam…
E os três amigos bradavam:
– “São os do Norte que vêm!”
Nisso aparece em cabelo
O novelista Rebelo,
Que é Dias da Cruz também!
Mais uma voz para o coro!
E foi um tremendo choro:
– “Ê vêm os do Norte! Ê vêm!…”
E o clamor ia engrossando
Num retumbar formidando
Pelas cidades além…
– “Que foi?” as gentes falavam,
E eles pálidos bradavam:
– “São os do Norte que vêm!”

143 Visualizações