Tag Archives: Poema de Thiago de Mello

Não aprendo a lição – Poema de Thiago de Mello

A lição de conviver,senão de sobreviverno mundo feroz dos homens,me ensina que não convémpermitir que o tempo injustoe a vida iníqua me impeçamde dormir tranquilamente.Pois sucede que não durmo.Frente à verdade feridapelos guardiães da injustiça,ao escárnio da opulênciae o poderio douradocujo esplendor se alimentada fome dos humilhados,o melhor é acostumar-se,o mundo foi sempre assim.Contudo, não… Read More »

Para os que virão – Poema de Thiago de Mello

Como sei pouco, e sou pouco,faço o pouco que me cabeme dando inteiro.Sabendo que não vou vero homem que quero ser.Já sofri o suficientepara não enganar a ninguém:principalmente aos que sofremna própria vida, a garrada opressão, e nem sabem.Não tenho o sol escondidono meu bolso de palavras.Sou simplesmente um homempara quem já a primeirae desolada… Read More »

Os estatutos do homem (Ato Institucional Permanente) – Thiago de Mello

A Carlos Heitor Cony Artigo I Fica decretado que agora vale a verdade.agora vale a vida,e de mãos dadas,marcharemos todos pela vida verdadeira. Artigo II Fica decretado que todos os dias da semana,inclusive as terças-feiras mais cinzentas,têm direito a converter-se em manhãs de domingo. Artigo III Fica decretado que, a partir deste instante,haverá girassóis em… Read More »